domingo, 9 de agosto de 2009

QUEM ÉS TU, MULHER?

Quem és tu, mulher?
Que deixa meu coração
Aos pulos
Com apenas um olhar.
Ao mesmo tempo que
Faz-me sentir
O último dos homens
Tamanha sua indiferença.
Quem és tu, mulher?
Que uma hora
Me eleva aos céus
Com seu sorriso,
E no momento seguinte
Me faz descer ao inferno
De tanto desprezo.
Quem és tu, mulher?
Que parece o sol em chamas
De tão ardente.
Da mesma forma que pode
Ser um iceberg.
Ai de mim
Que me apaixonei por ti
E ora me vejo
Envolto na mais esfuziante alegria,
Ora mergulho nas profundezas
Da escuridão sem fim.
E me pergunto sem cessar:
Quem és tu, mulher?


by Lucia Andrade

Nenhum comentário: