sexta-feira, 23 de julho de 2010

PROCURO POR DENISE

Nessa semana se comemorou o Dia Internacional do Amigo. Costumo falar muito dos meus amigos e amigas neste espaço. O título do blog se refere às amizades. Tenho poucos, mas verdadeiros amigos. Há uma, porém, de quem eu nunca mais tive notícias. A vi pela última vez em 1973, quando ambas estávamos internadas no Instituto Fernandes Figueira, no Rio de Janeiro. Foi minha primeira amizade. Jamais esqueci de Denise, a menina de trancinhas e dentinhos separados que era minha companheira constante e que cuidou de mim quando acordei da anestesia, no dia em que fiz biópsia. Quero muito saber se ela está viva e se está bem. Trinta e sete anos depois, eu rezo todos os dias pela graça de poder vê-la novamente.

Nenhum comentário: