sábado, 21 de agosto de 2010

O PRIMEIRO AUTÓGRAFO A GENTE NUNCA ESQUECE















Essa semana eu dei os meus primeiros autógrafos. O primeiro foi para minha sobrinha Tatiana, que foi a primeira a acreditar no meu trabalho. Depois foram os da família e amigos. Minha Mãe adorou o livro, mas disse que a dedicatória e o autógrafo foi a parte que ela mais gostou. Está meio chorosa até agora. Muito legal essa sensação de missão cumprida. É aquela velha história: "ter um filho, plantar uma árvore, escrever um livro..." Eu fiz os três.
Legal também foi o primeiro autógrafo que recebi do meu amigo escritor Celso Lopes, contista de primeira linha, que me mandou os dois livros que publicou, por enquanto, com dedicatória e autógrafo. São esses aí em cima: DEI BANDEIRA, HEIN? e PEDRA NA CONTRALUZ. Esse último é o nome de um conto vencedor do Concurso Internacional de Literatura UBE/RJ - 2009 - Categoria Contos. Fiquei encantada com a sensibilidade do Celso neste conto. Simplesmente maravilhoso.

2 comentários:

Tatiana disse...

Querida Tia,
Amei o autógrafo ... Parabéns pela publicação!!! Eu sempre soube! Não vai demorar muito vc estará na FLIP e nem poderá andar pelas ruas pq os papparazzi vão querer te abordar, tirar fotos, vai até precisar de alguém para cuidar da sua agenda (que ficará lotada de eventos).
Vc é uma excelente escritora. Te amo! Tomara que eu um dia consiga escrever pelo menos 1/10 da forma que vc escreve. Li o "Declarações de Amor Cotidianas" e fiquei impressionada como vc consegue passar tanta verdade, usando corretamente e profundamente as palavras... vem do fundo da alma.
Estou muito muito muito feliz!
Te amo muito!
Beijo,
Tatá

Lucia Andrade disse...

Deus te ouça, sobrinha querida. Vc foi a primeira mesmo a acreditar em mim. Quanto ao seu livro, eu já li, mas vou ter q ler novamente pq a cabeça tá cheia, mas pude ver q vc herdou o talento da sua tia aqui. Te agradeço muito por tudo o que fez por mim. Fica com Deus.