quarta-feira, 22 de setembro de 2010

24 HORAS PARA SALVAR NOVE MILHÕES DE VIDAS


RECEBI ESTA MENSAGEM E ESTOU REPRODUZINDO AQUI. ISSO É IMPORTANTE. PODEMOS INTERFERIR NOS RUMOS DA HUMANIDADE, BASTA NOS UNIRMOS EM TORNO DE BOAS PROPOSTAS. BASTA UM CLIQUE. LEIA COM ATENÇÃO E DECIDA:

Caros amigos,


Imagine um parto sem médicos, hospital ou qualquer ajuda médica. Milhões de mulheres grávidas e bebês morrem todos os anos por falta de serviços médicos básicos. É chocante, mas estas vidas preciosas poderiam ser salvas com apenas alguns dólares ou euros por vida. 

Em 1 dia, uma cúpula internacional contra a pobreza em Nova York poderá finalmente conseguir um compromisso para duplicar a assistência para saúde materna e infantil. Porém, alguns governantes estão hesitantes e podem até cortar dramaticamente as suas contribuições para o fundo de saúde global, usando a crise econômica como desculpa. 
Nós só temos 72 horas para entregar um chamado global diretamente para os principais líderes na cúpula de Nova York -- clique abaixo para juntar-se ao chamado, e vamos dar uma chance para cada mãe e criança: 

https://secure.avaaz.org/po/save_children_and_mothers/?vl




Nos últimos 10 anos, desde o lançamento dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio, avanços significativos foram alcançados para combater a pobreza – um terço a menos de mães morreram durante o parto devido ao aumento da ajuda e investimento em assistência médica. Entretanto, milhões de mulheres grávidas ainda morrem desnecessariamente e a cada ano 9 milhões de crianças morrem antes de completarem 5 anos. 

Já existem estruturas para o envio de assistência para programas de HIV/AIDS, malária e tuberculose, mas não há um sistema similar para a assistência médica para mães e crianças. Especialistas dizem que a melhor maneira de ajudar as mães e crianças que mais precisam, égarantir que a assistência seja duplicada e contribuições para o Fundo Global aumentem. 

Informantes acompanhando o processo dizem que vários países - incluindo a França, Canadá, Noruega e o Reino Unido poderão anunciar os fundos extras para a saúde na cúpula desta semana. Porém a Espanha, Alemanha e outros estão considerando um corte dramático nas suas contribuições para o Fundo Global. A sociedade civil global sempre foi responsável por liderar a luta contra a pobreza, pressionando os líderes mundiais para agir de forma efetiva, e agora depende novamente de nós. Assine a petição para salvar mães e crianças: 


Constantemente as comunidades mais pobres e vulneráveis se tornam apenas estatísticas em cúpulas internacionais. Na véspera desta importante reunião, vamos nos juntar e dar às pobres crianças e mães uma voz. Assine a petição abaixo: 


Na esperança de um mundo melhor,

Alice, Luis, Alex, Pascal, Mia, Ricken, Ben, Iain, Graziela e toda a equipe Avaaz 

Mais informações: 

Objetivos de Desenvolvimento do Milênio:

Começa Cúpula da ONU sobre os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio:




imagem extraída de nonio.ese.ipsantarem.pt

Nenhum comentário: