quarta-feira, 8 de setembro de 2010

3ª CAMINHADA EM DEFESA DA LIBERDADE RELIGIOSA




































Um precioso encontro. Não podemos discriminar o outro nos baseando em sua religião. Eu tinha uma amiga desde os nove anos de idade. Foi a segunda amizade verdadeira que fiz. Éramos amigas há 27 anos, mas quando eu me revelei kardecista, ela, evangélica, desistiu da nossa amizade e se afastou. Ainda sinto falta dela porque jamais a julguei pela religião que ela escolheu e sim, pela pessoa que ela sempre foi, amiga, leal, companheira de todas as horas. Continuo amando você, minha amiga, mesmo que você não me ame. Que Deus te abençoe, o seu e o meu.

Nenhum comentário: