sábado, 29 de janeiro de 2011

A ÚLTIMA FOTOGRAFIA



Há quem acredite em Deus e há quem seja incrédulo.
De qualquer maneira, devemos pensar na nossa pequenez perante as forças da Natureza.
É impresionante!!!
Esta fotografía da onda de 32 metros de altura foi tirada na Ilha de Sumatra, na Indonésia e foi encontrada numa câmera digital, mês e meio depois do Tsunami do dia 26 de Dezembro de 2004.
Provavelmente, quem tirou esta fotografía, deixou de existir segundos depois de ter acionado o disparador da máquina…

Agradecimentos a Vera Celms.

domingo, 23 de janeiro de 2011

Normose



Entrevista do professor Hermógenes, 86 anos, sobre uma palavra inventada por ele, que me pareceu muito procedente:
Ele disse que o ser humano está sofrendo de normose, a doença de ser normal.
Todo mundo quer se encaixar num padrão.
Só que o padrão propagado não é exatamente fácil de alcançar.
O sujeito “normal” é magro, alegre, belo, sociável e bem sucedido.
Bebe socialmente, está de bem com a vida, não pode parecer de forma alguma que está passando por algum problema.
Quem não se “normaliza”, quem não se encaixa nestes padrões, acaba adoecendo.
A angústia de não ser o que os outros esperam de nós gera bulimias, depressões, síndromes do pânico e outras manifestações do não enquadramento.
A pergunta a ser feita é: quem espera o quê de nós?
Quem são esses ditadores de comportamento a quem estamos outorgando tanto poder sobre nossas vidas?
Eles não existem.
Nenhum João, Zé ou Ana bate à sua porta exigindo que você seja assim ou assado.
Quem nos exige é uma coletividade abstrata que ganha “presença” através de modelos de comportamento amplamente divulgados.
Só que não existe lei que obrigue você a ser do mesmo jeito que todos, seja lá quem for todos.

Melhor se preocupar em ser você mesmo.

A normose não é brincadeira.
Ela estimula a inveja, a autodepreciação e a ânsia de querer o que não se precisa.
Você precisa de quantos pares de sapato?
Comparecer a quantas festas por mês?
Pesar quantos quilos até o verão chegar?
Frequentar terapeuta para bater papo?
Não é necessário fazer curso de nada para aprender a se desapegar de exigências fictícias.
Um pouco de autoestima basta.
Pense nas pessoas que você mais admira: não são as que seguem todas as regras bovinamente, e sim, aquelas que desenvolveram personalidade própria e arcaram com os riscos de viver uma vida a seu modo.
Criaram o seu “normal” e jogaram fora a fórmula, não patentearam, não passaram adiante.
O normal de cada um tem que ser original.
Não adianta tomar para si as ilusões e desejos dos outros.
É fraude.
E uma vida fraudulenta faz sofrer demais.
Eu me simpatizo cada vez mais com aqueles que lutam para remover obstáculos mentais e emocionais, e a viver de forma mais íntegra, simples e sincera.
Para mim são os verdadeiros normais, porque não conseguem colocar máscaras e simular situações.
Se parecem sofrer, é porque estão sofrendo.
E se estão sorrindo, é porque a alma lhes é iluminada.
Por isso divulgo o alerta: a normose está doutrinando erradamente muitos homens e mulheres que poderiam, se quisessem, ser mais autênticos e felizes.
Ser feliz é ser você mesmo, sofrendo ou sorrindo, pois esta vida é passageira e o importante é ter emoções claras e definidas.
Mensagem de Autor Desconhecido.
Agradecimentos especiais a Vera Celms, que foi quem me enviou mais esta belíssima mensagem. Que o Senhor esteja convosco iluminada amiga.

Infelizmente, o Professor Hermógenes já não está mais entre nós.

sábado, 22 de janeiro de 2011

QUERO VER TEU ROSTO SENHOR



Teu rosto, Senhor,
Como é?
Quis responder essa pergunta
E fui te procurar.
Todos falam de você
Mas quantos já te viram?
Fui ao seu templo
Pra te achar.
Lá, vi muito ouro,
Riqueza.
Palavras bonitas,
Gente vaidosa,
Soberba.
Hinos lindos,
Bem cantados.
Atos nobres
Não praticados.
Um templo enorme,
Lindos vitrais.
Olhei para fora,
Ao redor,
Vi a pobreza de perto.
Onde você estava?
Lá dentro
Ou lá fora?
Me senti traído,
Era tudo mentira,
Você não existia.
Se existisse,
Seria mais justo.
Se coloca na boca de teus filhos
Mas não os faz mais humanos.
Nesse momento de revolta,
Uma lágrima me escapou,
Caiu sobre uma flor
Perfeita,
Que parecia bailar.
Indiferente à pobreza do lugar,
Indiferente à riqueza do templo.
Compreendi tudo.
Percebi o teu sinal.
Era ali que você estava,
Aquela era a tua face,
Uma de tuas faces.
E o teu sorriso
Está no meu sorriso,
E espalhado em todos os lugares,
Ricos ou pobres.
Está à mostra para todos
Que abram os olhos do coração para ver,
Para crer.
Teu rosto é lindo, Pai.
É belo e perfeito.
E eu não preciso de nada
Para ver você.

by Lucia Andrade

CD EDSON CORDEIRO DISCO CLUBBING AO VIVO


Sempre fui louca pela voz do Edson Cordeiro desde que assisti a um show dele no Teatro João Caetano lotado, sentada no chão, eu cato todos os CD dele que vejo. Infelizmente, não tenho encontrado muitos, mas, semana passada, revirando a Loja Americana da Rua Uruguaiana, no Centro do Rio, achei 3 unidades deste aí em cima. E só o encontrei porque eu saio fuçando. Bom, o que importa é que o CD é uma preciosidade. Puro show. Todas as músicas são ótimas. TODAS MESMO! A voz do Edson Cordeiro é o diamante desta caixa de jóias. Tem Dancing Queen (ABBA), Last Dance (Donna Summer), Rind My Bell (Anita Ward), Y.M.C.A. (Village People), Barbie Girl (Aqua), It´s Raining Men (Weather Girls), entre outras pérolas, tudo em versões dance, exclusivérrimas, com a maravilhosa voz do Edson Cordeiro, que brinca em todas as faixas. Finaliza o CD com um bônus: a antológica Mercedes-Benz (Janis Joplin) totalmente remixada - IM-PER-DÍ-VEL. Tô me acabando, povo! NOTA MIL! Ai, como seria bom se fizessem outros com 80´s e 90´s. TEM GOSTO DE QUERO MAIS!

UBE/RJ - CONCURSO INTERNACIONAL DE LITERATURA PARA 2011

UNIÃO BRASILEIRA DE ESCRITORES (UBE-RJ)
CONCURSO INTERNACIONAL DE LITERATURA PARA 2011

R E G U L A M E N T O

I - DOS PRÊMIOS
Art. 1.° - Ainda com a ressonância do JUBILEU DE OURO recém-comemorado (1958/2008), a União Brasileira de Escritores (UBE-RJ) concederá, no próximo ano, os seguintes prêmios literários para livros inéditos (não antologias) em 2011:
 Contos – PRÊMIO PEREGRINO JÚNIOR;
 Crônicas - PRÊMIO ALEJANDRO CABASSA;
 Ensaio – PRÊMIO ANTONIO HOUAISS;
 Literatura Infantil e Juvenil – PRÊMIO GANYMÉDES JOSÉ;
 Poesia – PRÊMIO JORGE DE LIMA;
 Romance - PRÊMIO OCTAVIO MELLO ALVARENGA
 Teatro – PRÊMIO DIAS GOMES.
Parágrafo único - Para livro inédito de contos, será concedida também a MEDALHA HARRY LAUS, apenas para o primeiro colocado.
Art. 2° - A critério das Comissões Julgadoras poderão ser concedidas às obras concor-rentes a qualquer dos prêmios uma menção especial e uma menção honrosa, exceto a Medalha Harry Laus que terá somente um ganhador.
II - DA APRESENTAÇÃO DAS OBRAS CONCORRENTES
Art. 3° - Poderão concorrer autores de quaisquer nacionalidades, desde que se expres-sem em língua portuguesa. Os originais de tais obras deverão ser digitados e vir enca-dernados (espiral ou outra modalidade) e enviados, sob pseudônimo, em três exempla-res.
§ 1° - Para cada conjunto de livros o autor deverá anexar envelope lacrado conten-do: pseudônimo, título da obra, nome e endereço completo do autor, telefone, e-mail (se houver) e sucinto curriculum vitae.
§ 2° - Não haverá devolução dos ORIGINAIS de livros concorrentes.
III - DAS INSCRIÇÕES E DOS PRAZOS
Art. 4° - Não há limitação quanto ao número de livros por autor, observadas as disposições do Art. 3.° e seus parágrafos.
Art. 5° - As inscrições das obras deverão ser feitas de 10 de janeiro a 15 de maio de 2011, considerando-se, no caso de remessa pelo correio, a respectiva data da postagem.
Art. 6° - Os livros concorrentes a prêmios devem ser remetidos, em separado por ca-tegoria, para o seguinte endereço: Rua Teixeira de Freitas, 5, Sala 303 - Lapa, CEP 20021-350 - Rio de Janeiro, RJ, Brasil. Solicita-se colocar no envelope ou embalagem o nome do prêmio a que se destina(m) a(s) obra(s).
Art. 7° - Cada prêmio poderá ser concedido apenas uma vez ao mesmo autor, vedada a concessão aos membros da Diretoria da UBE-RJ.
IV - DAS COMISSÕES JULGADORAS E ACEITAÇÃO DOS CONCORRENTES
Art. 8° - As comissões julgadoras serão constituídas, cada uma, por três escritores indi-cados pela Diretoria da União Brasileira de Escritores (UBE-RJ), sendo irrecorríveis as decisões desses Colegiados.
Art. 9° - A participação no concurso implica a aceitação, por parte do concorrente, de todas as exigências regulamentares, resultando em desclassificação o não-cumprimento de quaisquer destas.
Art. 10° - O resultado do concurso será tornado público até 90 (noventa) dias após o encerramento das inscrições. A entrega dos prêmios será em data e local previamente anunciados.
Art. 11 - Qualquer informação será por mensagem eletrônica ou através de carta, desde que os interessados enviem envelope selado para resposta.
Parágrafo único - Correspondência para o Secretário da UBE Luiz Gondim: E-mail – luiggondim@gmail.com ou Rua Sá Ferreira, 152/403 – Copacabana - CEP 22071-100 - Rio de Janeiro, RJ.
Art. 12 - Os casos omissos no presente Regulamento serão resolvidos pela Diretoria da UBE-RJ.

Rio de Janeiro - RJ, 22 de outubro de 2010.

EDIR MEIRELLES
Presidente da UBE-RJ

AGRADECEMOS A DIVULGAÇÃO

Para saber mais acesse:

quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

AUDIOTECA SAL E LUZ



Vamos divulgar o trabalho maravilhoso que é realizado na Audioteca Sal e Luz, e que corre o risco de acabar.
A Audioteca Sal e Luz é uma instituição filantrópica, sem fins lucrativos, que produz e empresta livros falados (audiolivros). 

Mas o que seria isto? São livros que alcançam cegos e deficientes visuais (inclusive os com dificuldade de visão pela idade avançada), de forma totalmente gratuita.

Seu acervo conta com mais de 2.700 títulos que vão desde literatura em geral, passando por textos religiosos até textos e provas corrigidas voltadas para concursos públicos em geral. São emprestados sob a forma de fita K7, CD ou MP3.
E agora, você está se perguntando: o que eu tenho a ver com isso? É simples.

Nos ajude divulgando.

Se você conhece algum cego ou deficiente visual, fale do nosso trabalho. DIVULGUE!
Para ter acesso ao nosso acervo, basta se associar na nossa sede, que fica situada à Rua Primeiro de Março, 125 - Centro - RJ. Não precisa ser morador do Rio de Janeiro.

A outra opção foi uma alternativa que se criou, face à dificuldade de locomoção dos deficientes na nossa cidade.

Eles podem solicitar o livro pelo telefone, escolhendo o título pelo site, e enviaremos gratuitamente pelos Correios.

A nossa maior preocupação reside no fato que, apesar do governo estar ajudando imensamente, é preciso apresentar resultados. Precisamos atingir um número significativo de associados, que realmente contemplem o trabalho, senão ele irá se extinguir e os deficientes não poderão desfrutar da magia da leitura.



Só quem tem o prazer na leitura, sabe dizer que é impossível imaginar o mundo sem os livros...

Passem adiante esta informação!
Audioteca Sal e Luz
Rua Primeiro de Março, 125 - 7º Andar - Centro - RJ - CEP 20010-000
Horário de atendimento: 08:00 às 16:00 horas
Contato: Christiane Blume
A Audioteca não precisa de dinheiro, mas de DIVULGAÇÃO! Então, conto com a ajuda de vocês: repassem! Eles enviam os livros para as pessoas, de graça, sem nenhum custo. É um belo trabalho! Quem puder fazer com que a Audioteca chegue à mídia, por favor fique à vontade. É tudo do que eles precisam.

segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

WORKSHOP COM GUILHERME FIÚZA


No sábado passado, lá estava eu dando o primeiro passo ao tão sonhado aperfeiçoamento na área literária. Foi meu primeiro curso e, espero, seja o primeiro de muitos. Foi um workshop com Guilherme Fiúza, autor dos livros MEU NOME NÃO É JOHNNY e BUSSUNDA - A VIDA DO CASSETA, entre outros. Creio ter começado com o pé direito porque o workshop foi ótimo, me acrescentou muito e deixou um gostinho de quero mais. Agradecimentos especiais ao meu primo Cacau que me deu de presente esse e mais um outro curso que ainda vou fazer. VALEU CACAU PELO CRÉDITO!

Para saber mais acesse:


domingo, 16 de janeiro de 2011

"LIBERTEM O RIO! LIBERTEM O RIO!"


Ao ver na TV as imagens da tragédia que atingiu a Região Serrana do Rio de Janeiro, me veio à mente uma das cenas mais marcantes do filme O SENHOR DOS ANÉIS – AS DUAS TORRES, na qual o Barbárvore, um ser divino, guardião das florestas, ordena aos seus que libertem o rio durante a fúria da Natureza contra o mais feroz e destruidor dos animais: o Homem. Quando a força da água vem arrasando tudo o que encontra pela frente, fica claro que contra tal poder, não há como reagir.  J.R.R. Tolkien finalizou o livro em 1949 e, naquela época, ele já profetizava alguns acontecimentos atuais. Os elementos da Natureza – o vento, a água, o fogo, a terra – vêm mostrando sua força de forma clara, mas o homem insiste em desmatar, queimar, ocupar, poluir, em suma, destruir.
Ocupar encostas e margens de rios é o mesmo que pedir que catástrofes aconteçam e tanto a população quanto o poder público, estão cientes do grande risco que se corre. Da parte dos governantes há a falta de planejamento, a falta de um programa de moradia adequado, a falta de fiscalização de áreas de risco, a falta de investimento em saneamento básico e contenção de encostas e a falta de medidas de prevenção. Aliás, no Brasil, não se trabalha a prevenção de nada. Já é de praxe remediar. Até porque, em caráter de urgência, em casos de calamidade pública, dá pra desviar mais verbas. É duro, mas é verdade. Por que não fizeram nada antes?
Em abril de 2010, após as chuvas que vitimaram mais de 200 pessoas no estado do Rio, em uma conversa com um oficial do CPOR - Centro de Preparação de Oficiais da Reserva -, eu perguntei a ele porque o exército não assumia o mapeamento e monitoramento da ocupação das encostas dos morros cariocas, já que possui pessoal treinado e equipamento pra isso. Relatei a ele o que eu vi quando subi ao topo dos morros da Babilônia e Chapéu Mangueira. Lá em cima, apesar da vista privilegiada, onde é área militar não há ocupação e quando há, é imediatamente coibida. A resposta dele à minha pergunta foi:
- Com certeza temos como fazer isso. A gente tai, só precisa que alguém nos convoque.
 A ABGE – Associação Brasileira de Geologia de Engenharia e Ambiental - também tem um projeto de mapeamento e monitoramento de ocupação de áreas de risco, a nível nacional, que custaria – PASMEM!!! – apenas 50 milhões de reais para montar um sistema que funcionaria de forma permanente, sendo necessária a sua manutenção. Algum governante se interessou? É claro que não!
Vocês viram quantas moscas de padaria vieram acompanhar nossa presidente para ver a tragédia de perto? Teatrinho de fantoches.
Falta coragem, falta vontade política e falta vergonha na cara! Do povo e do governo, porque não demora muito, vai acontecer de novo, em proporção maior. Choramos hoje, esquecemos amanhã. Nada de concreto será feito, apenas medidas paliativas e de maquiagem. Em Niterói, nada foi feito até agora. Os clarões marcados nos morros após os deslizamentos do ano passado continuam lá. A estrada continua esburacada e com as chuvas desse verão, tudo vai acontecer novamente. Os barracos estão sendo construídos nos mesmos lugares e ninguém fez nada. Até abril deste ano, é bem provável que tenhamos barracos despencando por sobre os carros que passam na RJ 104. Alguém duvida?  
É uma pena que Brasília não fique na Região Serrana do Rio, mais precisamente entre Teresópolis e Nova Friburgo. Mais de 600 vítimas... Fazendo um cálculo rápido, daria o Congresso Nacional e mais um pouquinho... Quem sabe o Palácio do Planalto...?  Minha esperança é que, se os elementos de terra e água ainda não puderam dizimar as pragas que assolam esse país, quem sabe o vento e fogo do cerrado na época das queimadas conseguem? É bem como disse uma das sobreviventes da tragédia:
            - A esperança é a última que morre...

Para saber mais acesse:

Imagem extraída de:

quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

Vampira



Caiu a noite
E eu estou ardendo.
Não vou pedir perdão
Muito menos perdoar.
Hoje não quero palavras
Quero um corpo
Pra me saciar.
E eu escolhi o seu.
Nessa noite
Sou vadia,
Vampira
À procura de sangue
Latejante,
Quente.
Meu desejo te chama
E se o meu fogo te inflama
Venha até minha alcova,
Tenho sede,
Quero te sugar.
Por alguns momentos
Vai me ter,
E quando a vontade arrefecer,
Cate suas roupas no chão,
Vista-se,
Passe pela porta
E pode me esquecer então.

Parte integrante do livro ARCO-ÍRIS SOBRE CINZA
Biblioteca Nacional 461.856 Livro 873 Folha 77

Imagem extraída do Google

NÃO COMPRE TÊNIS DE ESCOLA ORTOPÉ

O período é de férias, mas, para nós, pais, já é hora de pensar na volta às aulas, material, uniforme e no tênis da escola. No ano passado, comprei um tênis Ortopé, parecido com esse da foto, só que de velcro - meu filho odeia cadarço. O tênis não durou nem quatro meses. Descolou toda a parte frontal. Levei no sapateiro e ele colou e costurou. Dois meses depois, descolou novamente. Para chegar ao final do ano, o tênis teve que ser costurado mais duas vezes. No ano anterior, comprei uma chuteira, baratinha e que durou o ano todo, sem problema. Vou caçar feito louca essa chuteirazinha porque Ortopé, nunca mais. Acho que, do jeito que está, não vai servir nem pra doação.

Imagem extraída do Google.

DON´T FOLLOW ME. I´M LOST.

No blog Lucia Andrade & Amigos, eu tinha alguns seguidores e no Quem tem medo da Lucia Má  - eu nem comecei o blog e já tinha gente seguindo - também. Nesse aqui, eu optei por não mostrar seguidores, primeiro porque não me considero exemplo a ser seguido, embora agradeça o apoio dos que visitam o blog, e depois porque o Google Friends Connect pirou na batatinha. Simplesmente não está funcionando e não é só aqui no blog. Isso está acontecendo em vários e também em muitos aplicativos do Google e até no Orkut. Coisas da net - vai entender... O Blogger tem funcionado muito bem e evoluiu bastante de um ano pra cá, mas essa parte não. O Google Chrome tem sido uma ferramenta bastante útil também.
Outro que não vem funcionando bem e que tem sido motivo de queixas na net é o Hotmail. Está terrivelmente horrível. Virou um elefante branco. Já quase não uso e o Messenger eu troquei pelo Skype que é mil vezes melhor e mais simples. Para quem tem Hotmail, aí vai um conselho: salve todos os seus contatos e depois, gradativamente, passe a usar um outro. Eu optei pelo Yahoo a conselho da minha amiga Zezé Belaz.
No final das contas, vai ver que tudo é culpa do WikiLeaks e do Julian Assange - que é o bode expiatório da vez. Vai entender...

A POSTAGEM CAMPEÃ ABSOLUTA DE VISUALIZAÇÕES

Só deu ele: Sebastián Rulli. De todos os homens bonitos que eu postei no blog Lucia Andrade & Amigos, ele foi o campeão absoluto de visualizações. Na verdade ele ganhou de todas as outras postagens, desde que o blog foi criado.

A mulherada ficou alvoroçada. Também pudera. Ele é todo gostoso. E foi no mundo todo. Desde que fiz a postagem, praticamente todos os dias, só dava ele.

Então, atendendo a pedidos, o blog Paradoxo Insistente, começa o ano com um repeteco do TUDO DE BOM Sebastián. Pura delícia...

O rosto dele é perfeito e o corpo chega bem próximo disso. Atentem para a mão. Bom, meninas, taí. Curtam à vontade.

O mais interessante é que o México, país de Sebastián, foi o que menos acessou o blog, enquanto o resto do mundo, incluindo o Oriente Médio, noooooooossa...! Toda fotinha legal que eu encontrar, pego pra vocês, moças de bom gosto que, como eu, apreciam o que é belo.

Imagens extraídas do Yahoo.