quinta-feira, 24 de setembro de 2015

Efêmera


Sinto saudades de você.
Você sumiu.
Há muito não aparece
Para iluminar meus dias.
Preciso de você para viver.
Tudo que faço
Tem que ter você.
É você que dá sentido às minhas noites,
Aos meus dias,
Tudo enfim.
Muitas bocas tenho beijado,
Mas nada me disseram.
Mil abraços recebi,
Em nenhum deles te encontrei.
Onde está você,
Minha senhora?
Você que me move
E há muito não te encontro.
Continuo procurando, procurando...
A cada nova pessoa,
Vem a esperança.
Talvez você reapareça.
Depois... nada.
Será que minha ansiedade a afugenta?
Será que não a mereço mais?
Por favor, quero você de volta.
Como antes.
Louca, avassaladora, arrebatadora,
Divina, radiante, esplendorosa,
Linda, magnífica, renovadora,
Apaixonante,
Paixão!

Parte integrante do livro PALAVRAS AO VENTO
Biblioteca Nacional 461.076 Livro 867 Folha 274

Nenhum comentário: