terça-feira, 13 de outubro de 2015

Xinguei porque quis xingar


Amei quando foi pra amar.
Me entreguei totalmente
Sem medo de me decepcionar.
Acreditei porque queria acreditar.
Foi tudo tão intenso,
Que me neguei a enxergar.
A verdade veio a se mostrar.
E meu coração sofreu.
Você embora tive que mandar.
E eu gritei pra extravasar,
Quase explodi de raiva,
Minha vontade era te matar.
Xinguei porque quis xingar.
Sou humana,
Precisava desabafar.
Respirei fundo pra me recuperar.
Olhei pra frente,
Tratei de me levantar.
Tudo agora no passado está.
A serenidade consegui retomar.
Mas você na minha vida,
Na minha vida,
Nunca mais vou deixar entrar.

Parte integrante do livro ARCO-ÍRIS SOBRE CINZA
Biblioteca Nacional 463.856 Livro 873 Folha 77

Nenhum comentário: